Exclusivo. Conselho da JBS decide afastar Joesley do comando da empresa

Exclusivo. Conselho da JBS decide afastar Joesley do comando da empresa

.

Andreza Matais e Marcelo de Moraes

26 de maio de 2017 | 16h13

Foto: Ayrton Vignola/Estadão

O Conselho da JBS decidiu nesta sexta-feira afastar Joesley Batista do comando de todos os negócios do grupo. A reunião ocorreu nesta sexta-feira.

A decisão ocorre depois que Joesley Batista teve homologada sua delação premiada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).  Joesley admitiu crimes e pagamento de propina ao presidente da República, Michel Temer, ao senador Aécio Neves e dezenas de políticos nos últimos anos.

Em março, a Justiça havia determinado o afastamento do empresário do conselho da empresa. A decisão de hoje é diferente porque independentemente do poder judiciário, a própria empresa tomou a iniciativa. Ou seja, ele não poderá mais participar da condução dos negócios das empresas do grupo.

A medida é uma maneira de tentar blindar as atividades empresariais da família Batista, afastando um executivo que é pivô do maio escândalo político do momento no País. Além de dar uma satisfação para a sociedade e o mercado.

A assessoria da J&F prepara uma nota para divulgar à imprensa sobre o assunto.

LEIA A ÍNTEGRA A NOTA DA JBS – 

JBS ANUNCIA NOVO PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO
– Tarek Farahat é eleito presidente do conselho de administração da JBS;
– Companhia cria comitê de governança;
– Joesley Batista deixa o conselho e comitês.
A JBS informa que em reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada
na data de hoje tomou conhecimento da renúncia de Joesley Batista aos cargos de
membro e presidente do Conselho de Administração da Companhia e também de
membro de todos os Comitês dos quais participava na empresa.
Nesta mesma reunião Tarek Farahat, atual membro do Conselho, foi eleito por
unanimidade para o cargo de Presidente do Conselho de Administração da Companhia.
Jose Batista Sobrinho foi eleito, também por unanimidade, Vice-Presidente do
Conselho de Administração.
Farahat possui 26 anos de experiência na P&G, tendo ocupado cargos em vários países
do mundo, como no Oriente Médio, Europa e América Latina. De 2006 a 2012 foi
presidente da P&G do Brasil. Em 2012, foi eleito presidente para América Latina e foi
membro do conselho executivo da P&G mundial até 2015.
Comitê de Governança implementará melhores práticas globais de governança
O conselho deliberou também a criação de um Comitê de Governança que será
liderado por Tarek Farahat e terá como objetivo implementar as melhores práticas
globais em governança corporativa e compliance na Companhia.
“Governança é minha maior prioridade, com foco em ganhar confiança do mercado e
proteger as 235 mil famílias que fazem parte da JBS. Há um grande trabalho a ser feito
para reconstruir a confiança dos nossos stakeholders”, afirma Farahat.
A JBS continua focada em oferecer aos seus clientes produtos e serviços da mais alta
qualidade, mantendo sua estreita relação de parceria com seus fornecedores e
apoiando os seus mais de 235 mil colaboradores em todo o mundo.

Tudo o que sabemos sobre:

Joesley Batista

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.