Ex-ministro de Dilma, Eduardo Braga decide votar pelo impeachment da petista

Ex-ministro de Dilma, Eduardo Braga decide votar pelo impeachment da petista

­

Coluna do Estadão

26 de julho de 2016 | 07h00

Senador Eduardo Braga. Foto: André Dusek/Estadão

Senador Eduardo Braga. Foto: André Dusek/Estadão

Eduardo Braga (PMDB) já decidiu que irá votar pelo impeachment de Dilma Rousseff, de quem foi ministro, mas vai manter o mistério até o fim. Ele esteve com Michel Temer ontem. Na primeira votação do processo no Senado, Braga se ausentou. Estava de licença médica.

Um dos propósitos do senador é garantir apoio para que o TSE vote pela cassação do mandato do governador do Amazonas, José Melo (PROS), o que o levará de volta ao comando do Estado. Caso ele deixe o Senado, sua mulher assume a vaga.

Tudo o que sabemos sobre:

Teatro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.