Ex-conselheiro do Carf é alvo de nova fase da Zelotes

-

Fábio Fabrini e Andreza Matais

09 de maio de 2016 | 09h13

Na nova etapa da Operação Zelotes, deflagrada nesta segunda-feira, a Polícia Federal cumpriu mandado de condução coercitiva do ex-conselheiro do Carf Paulo Roberto Cortez. Ele prestou depoimento no Rio Grande do Sul. Numa das interceptações telefônicas feitas pela Zelotes, ele fez um diagnóstico sobre a situação do conselho de contribuintes. “O Carf tem de acabar. Não pode. Quem paga imposto é só os coitadinhos (sic). Quem não pode fazer acordo, acerto – não é acordo, é negociata – se fode.”