Eunício diz que faltou responsabilidade política a Parente

Andreza Matais

01 Junho 2018 | 12h26

Primeiro a pedir publicamente a demissão do presidente da Petrobrás, em entrevista para a Coluna do Estadão, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), comentou hoje a saída do executivo do cargo.

Parente pediu demissão diante da crise provocada pela greve dos caminhoneiros que se queixam da política da petroleira para o preço do diesel.

“O Presidente de uma empresa monopolista como a Petrobras, precisa reunir visão empresarial, sensibilidade social e responsabilidade política. Pedro Parente demonstrou apenas a primeira”, disse o presidente do Senado.

Parente também teve sua demissão pedida por tucanos, mesmo sendo proximo do PSDB. (Andreza Matais)