“Estou absolutamente convicto de que não menti”, diz Cunha

.

Daniel Carvalho

21 de junho de 2016 | 11h27

Ao falar do processo contra ele no Conselho de Ética, o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), negou ter mentido ao colegiado, quando negou ter contas no exterior.

“Estou absolutamente convicto de que não menti”,afirmou. Cunha disse que apenas sua mulher, a jornalista Cláudia Cruz, tinha contas fora do País. “Minha esposa detinha, sim, contas, dentro do padrão do Banco Central e não tinha obrigação de declarar”, disse o peemedebista.

Tendências: