Estatal do trem-bala tem 17 funcionários que ganham mais de R$ 20 mil

Estatal do trem-bala tem 17 funcionários que ganham mais de R$ 20 mil

Coluna do Estadão

29 de agosto de 2018 | 06h00

A Empresa de Logística e Planejamento, criada para tocar o trem-bala que nunca saiu do papel, tem 17 funcionários com salários acima de R$ 20 mil. Só os salários deles somados chegam a R$ 409 mil por mês. A Coluna revelou, ontem, que a estatal tem 111 cargos sem concurso.

LEIA TAMBÉM: Ministérios se blindam para escapar de degola

A Estatal tem orçamento de R$ 69,36 milhões e funciona com apoio de 146 funcionários , sendo apenas 35 servidores concursados. O presidente da EPL, Jorge Bastos, diz que a empresa já produziu 60 projetos e 30 em licitação de terminal portuário. “A estatal não tem trem nem bala”, ironiza o candidato do Podemos, Alvaro Dias, que promete extingui-la caso eleito.

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Tendências: