Equipe precursora do Planalto já foi à China programar viagem de Temer

-

Coluna do Estadão

30 de julho de 2016 | 12h23

Foto: Marcos de Paula/Estadão

Foto: Marcos de Paula/Estadão

 

Uma  equipe precursora já foi e já voltou da China , na semana passada, para checar a viagem que o presidente em exercício, Michel Temer, deverá fazer nos dias 4 e 5 de setembro, para a  Cúpula de Líderes do G20, a ser realizada em Hangzhou, China.

Temer deverá sair de Brasília no dia 1º de setembro e a previsão é que pernoite no meio do caminho, em algum país da Europa Central. Sua chegada será um dia antes do compromisso oficial, o que lhe garantirá tempo de se adaptar ao fuso horário.

O interino volta ao Brasil dia 5, há tempo de participar do desfile de 7 de setembro e da abertura das paraolimpíadas.

A agenda, contudo, só poderá ser cumprida se o Senado confirmar a cassação do mandato de Dilma Rousseff. A votação pode ocorrer entre o final de agosto e o início de setembro, neste caso, coincidindo com o compromisso. (Tânia Monteiro e Andreza Matais)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.