Entorno de Mandetta vê permanência até o final da crise como improvável

Entorno de Mandetta vê permanência até o final da crise como improvável

Marianna Holanda

03 de abril de 2020 | 12h01

Foto: Dida Sampaio/Estadãomandett

O entorno de Luiz Henrique Mandetta diz que o clima do ministro com o presidente está ficando insustentável: temem que Bolsonaro não “aguente” até o fim da guerra, como disse, e demita-o antes.

Um aliado contou à Coluna que a todo momento o ministro acha que será dispensado, está levando um dia de cada vez.

Mesmo com escalonamento da crise, o ministro da Saúde mantém seu posicionamento de não pedir para sair. Continuará à frente do ministério e tomando medidas pelo isolamento, enquanto o presidente permitir.

O sentimento não é de hoje, o clima entre os dois já anda ruim há semanas. Segundo aliados, o que Bolsonaro disse em entrevista à Jovem Pan já havia sido dito nos bastidores ao ministro, em especial na conversa do último sábado mas foi a primeira vez que ele publicizou sua insatisfação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: