Empurra-empurra e cadeiras voando na convenção do PSDB

Empurra-empurra e cadeiras voando na convenção do PSDB

Naira Trindade e Leonel Rocha

09 Dezembro 2017 | 12h41

Militantes do PSDB bateram boca e jogaram cadeiras uns nos outros durante a convenção nacional do partido neste sábado em Brasília. A confusão começou na ala onde estão os tucanos de São Paulo e do Distrito Federal. A briga envolve os militantes pró e contra o governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB). Eles se desentenderam porque um grupo quer apoiar a reeleição do socialista em 2018 e outro defende a candidatura do deputado Izalci Lucas (PSDB) ao governo.

O clima quente na convenção não se resume a disputas regionais. Até hoje presidente do partido, o senador Aécio Neves foi vaiado e deixou a convenção por uma saída lateral. O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, também foi vaiado ao anunciar que é pré-candidato ao Planalto, o que significa disputar com Geraldo Alckmin prévias para a escolha do nome que irá representar o PSDB na eleição presidencial. Em resposta, sugeriu aos convencionais que se alinhassem ao deputado e presidenciável Jair Bolsonaro.