Empenho de militância nas redes sociais freia apoio do PT aos favoritos no Senado e na Câmara

Empenho de militância nas redes sociais freia apoio do PT aos favoritos no Senado e na Câmara

.

Luiza Pollo

31 de janeiro de 2017 | 05h45

Foto: Paulo Pinto/Estadão

Foto: Paulo Pinto/Estadão

A enxurrada de mensagens contrárias nas redes sociais freou a negociação de apoio do PT aos favoritos no Senado e na Câmara. A militância avalia que o apoio repetiria erro do passado.

Militantes associam o apoio aos “golpistas” à articulação de ex-ministros petistas para salvar Eduardo Cunha no Conselho de Ética da Câmara em troca da barração do impeachment contra Dilma.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

PT

Tendências: