Em março, empresários pediram a Temer a saída de Maria Silvia do BNDES

.

Coluna do Estadão

26 de maio de 2017 | 17h35

Ilustração: Kleber Sales/Estadão

A Coluna do Estadão revelou em março a insatisfação do empresariado com a presidente do BNDES. Releia a nota publicada em 25/03:

O presidente Michel Temer ouviu de empresários que se reuniram com ele, em São Paulo, uma saraivada de críticas à presidente do BNDES, Maria Silvia Bastos. Foi dito que sob a gestão da executiva o banco está inoperante, fechado para tudo e para todos. “É um time que não conhece a máquina. Só anda lá o Bê-a-Bá”, resumiu um empresário. Segundo o relato de um dos presentes, Temer disse que já havia recebido reclamações e que, diante da contundência das queixas, vai chamar a executiva para resolver as pendências.

Após o jantar com o presidente, um empresário comentou que a única forma de “resolver pendências” é trocar a presidente do BNDES.

São duas as queixas: 1) pedidos de financiamento vultosos e 2) a executiva não recebe empresários. Temer ouviu o relato de que um grande industrial tenta há quatro meses falar com Maria Silvia. Foi orientado a procurar três diretores antes. Um deles agendou o encontro para um mês depois.

Interlocutores de Temer dizem que Maria Silvia não é unanimidade no governo. Mas não há, por ora, decisão de substituí-la. Motivo: passa credibilidade, é competente e uma das poucas mulheres do 1.º escalão.

Tudo o que sabemos sobre:

Maria Silvia