Na crise, TCU inaugura obra de R$ 103 milhões

Na crise, TCU inaugura obra de R$ 103 milhões

.

Luiza Pollo

23 de novembro de 2016 | 05h00

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Em meio à crise econômica do País, o TCU inaugura hoje um prédio que custará R$ 103 milhões aos cofres públicos. Inicialmente, o órgão previa pagar R$ 67,8 milhões só nas obras civis. O valor final, com aditivos, alcançará R$ 88 milhões. Somam-se a essa cifra gastos em mobiliário, fiscalização e sistemas de áudio e vídeo, o que elevou a conta para R$ 103 milhões. No local, em Brasília, vai funcionar a escola de formação da Corte. O presidente do TCU, Aroldo Cedraz, encerrou o expediente duas horas mais cedo para a festa de inauguração.

O TCU informa que a nova sede de seu instituto “potencializará as ações de formação de seus auditores e também de servidores de outros órgãos, o que aperfeiçoa a gestão pública e o controle social”.

Os custos da cerimônia de inauguração da escola de formação do TCU foram orçados em cerca de R$ 22 mil.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

TCU

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.