Em campanha para o STF, Alexandre de Moraes pede votos em casa flutuante de senador

Em campanha para o STF, Alexandre de Moraes pede votos em casa flutuante de senador

.

Luiza Pollo

09 de fevereiro de 2017 | 06h15

Em campanha para o STF, Alexandre de Moraes participou de jantar na chalana Champagne, casa flutuante do senador Wilder Morais (PP-GO) em Brasília. Sete senadores do baixo clero aguardaram o convidado, que chegou uma hora atrasado, acompanhado de Sandro Mabel, assessor especial de Temer.

Estavam presentes além de Wilder, os senadores Benedito de Lira (PP-AL), Zezé Perrella (PMDB-MG), Sérgio Petecão (PSD-AC), José Medeiros (PSD-MT), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Cidinho Santos (PR-MT), Ivo Cassol (PP-RO). Os senadores Waldemir Moka (PMDB-MS), Omar Aziz (PSD-AM), Gladson Cameli (PP-AC) e Ciro Nogueira (PP-PI) também foram convidados, mas não compareceram.  Os senadores presentes disseram que Alexandre de Moraes, tido como reservado, estava “um milímetro mais simpático”.

Já Ivo Cassol, que responde a processo no STF, grudou no candidato. Disse que é injustiçado e se queixou de tratamento hostil aos senadores pelo STF. Moraes não fez comentários sobre a Lava Jato.

Apesar de morar em barco, Wilder Morais tem à disposição um apartamento funcional, segundo o portal da transparência do Senado.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Alexandre de Moraes

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.