Em aniversário de ministro, Temer articula unidade da base na eleição da Câmara

-

Pedro Venceslau e Luísa Martins

12 de julho de 2016 | 22h34

No momento em que a Câmara articula a eleição de seu novo presidente, ministros e principais lideranças partidárias se reuniam no restaurante Le Jardin du Golf, zona nobre de Brasília, para comemorar o aniversário do titular do Ministério da Educação, Mendonça Filho (DEM).

O presidente em exercício Michel Temer chegou atraindo a atenção dos presentes, e logo se reuniu reservadamente com os senadores Agripino Maia (RN), presidente do DEM, e Aécio Neves (MG), presidente do PSDB, para conversar. Ficou exatos 12 minutos na festa e saiu à francesa.

Segundo interlocutores, Temer está preocupado com a candidatura de Marcelo Castro pelo PMDB. Aliados dizem que o Planalto vai agir, nesta quarta-feira, para “desidratar” a candidatura do peemedebista. Tucanos presentes no evento avaliam que a entrada do ex-ministro de Dilma na disputa acabou facilitando a construção da unidade no bloco chamado antiga oposição, que reúne PSDB, DEM, PPS e PSB.

O anúncio do apoio do PSDB a Rodrigo Maia (DEM) deve ser feito nesta quarta.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.