Durante visita de Temer na Argentina, protestos não atingirão Macri

Coluna do Estadão

02 de outubro de 2016 | 08h40

Foto: EFE/Sebastião Moreira

Foto: EFE/Sebastião Moreira

 

Manifestantes que vão protestar contra o presidente Michel Temer na Argentina já foram avisados que não podem usar cartazes pedindo também a saída do presidente Mauricio Macri. Os esquerdistas argentinos lembraram aos brasileiros que não gostam de Macri, mas reconhecem que ele foi eleito.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.