Durante visita de Temer na Argentina, protestos não atingirão Macri

Coluna do Estadão

02 de outubro de 2016 | 08h40

Foto: EFE/Sebastião Moreira

Foto: EFE/Sebastião Moreira

 

Manifestantes que vão protestar contra o presidente Michel Temer na Argentina já foram avisados que não podem usar cartazes pedindo também a saída do presidente Mauricio Macri. Os esquerdistas argentinos lembraram aos brasileiros que não gostam de Macri, mas reconhecem que ele foi eleito.