Diretrizes da EBC elaboradas por general preveem ‘divino dever de servir’

Diretrizes da EBC elaboradas por general preveem ‘divino dever de servir’

Juliana Braga

21 de agosto de 2019 | 16h30

Presidente da EBC, Luiz Carlos Pereira Gomes. Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), general Luiz Carlos Pereira Gomes, incluiu nas novas diretrizes da estatal menção ao “divino dever de servir”. O documento, assinado por Gomes e rubricado em cada página, foi distribuído aos funcionários com as recomendações de sua gestão.

O 12º e último item é intitulado “Servir sempre”. “Muito mais que trabalhar, todos devem servir. Servir está acima de trabalhar, servir impõe uma dedicação de corpo e alma à missão sem pedir nada em troca. O difícil dever de servir, o duro dever de servir, o sublime dever de servir e o divino dever de servir”, recomenda o general.

Foto: Reprodução

O trecho causou incômodo entre os servidores da empresa e viralizou nos grupos de trocas de mensagens.

O documento estabelece ainda quais devem ser os valores e missões da EBC e cita o que diz a Constituição sobre empresas públicas e comunicação.

Em outro item, define como valores a serem seguidos a credibilidade, qualidade técnica, estímulo à cidadania, diversidade, regionalização do conteúdo e inovação.

Para diretores, gerentes executivo e gerentes, Gomes recomenda emitir ordens claras, concisas e precisas e a cumprir as tarefas com “padrão EBC de excelência”. “Tudo que tem que ser feito merece ser bem feito — perfeito”, arremata.

No plano de transformação da EBC, está elencado, ainda, o desafio de chegar à casa de cada cidadão.

A EBC não retornou os contatos da Coluna até a publicação desta nota. O espaço está aberto à manifestação. (Juliana Braga)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: