Diretores do FNDE vão depor amanhã sobre pastores e ônibus com sobrepreço

Diretores do FNDE vão depor amanhã sobre pastores e ônibus com sobrepreço

Coluna do Estadão

10 de maio de 2022 | 11h44

Convidados para depor na Comissão de Educação do Senado, presidida por Marcelo Castro (MDB-PI), dois diretores do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) ligados ao centrão vão prestar esclarecimentos nesta quarta-feira.

O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI), despacha com o presidente do FNDE, Marcelo Ponte, que foi indicado por ele ao cargo Fonte: Reprodução

Garigham Amarante, diretor de Assuntos Educacionais, e Gabriel Medeiros Vilar, diretor de Gestão, Articulação e Projetos Educacionais foram indicados ao posto pelo PL e pelo Republicanos. O presidente do fundo, Marcelo Ponte, é nome do presidente do PP, Ciro Nogueira.

Eles foram chamados a prestar informações a senadores após o Estadão revelar a atuação de pastores no gabinete do então ministro Milton Ribeiro. Eles intermediavam a liberação de verba pública do FNDE e, segundo relatos de prefeitos, cobravam propina para acelerar os trâmites. 

Os dois também serão questionados sobre a licitação de ônibus escolares que, segundo revelou reportagem do Estadão, tinha preços inflados. Após os alertas da área técnica do próprio FNDE virem à tona, a licitação foi feita com uma redução do valor estimado em R$ 500 milhões.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.