Dilma é orientada a ter paciência com senadores quando questionada

-

Coluna do Estadão

25 de agosto de 2016 | 23h14

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Foto: Dida Sampaio/Estadão

 

Uma das orientações que a presidente afastada Dilma Rousseff tem recebido em seu media training para a próxima semana é manter a paciência mesmo diante das provocações previstas.

Os treinadores consideram que o tempo livre que ela terá para falar a beneficia. Apesar disso, já sugeriram a Dilma que ela não faça discursos longos à Fidel Castro.

A defesa da presidente afastada diz que o pronunciamento dela deve se restringir aos 30 minutos. No entanto, o texto só será fechado no domingo, véspera da ida de Dilma ao Senado. (Daniel Carvalho)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.