Dias decisivos para o controle da pandemia

Dias decisivos para o controle da pandemia

Coluna do Estadão

14 de fevereiro de 2021 | 05h00

Tiago Queiroz/Estadão

Membros do Centro de Contingência da Covid-19 de São Paulo avaliam que os próximos 30 dias serão decisivos para as projeções de como se dará a guerra contra o novo coronavírus até o final deste ano, quando a previsão é de todo o Estado estar imunizado. No cenário otimista, o ritmo de vacinação acelera e avança satisfatoriamente, enquanto o Plano São Paulo e a população consciente conseguem conter a expansão da doença e, principalmente, da nova variante do vírus. No pessimista, ocorre justamente o contrário, e todos os sinais estão trocados.

Faz… Por causa do cenário pessimista, tem gente importante no Centro de Contingência que gostaria de ver toda a Coronavac disponível no Butantan sendo imediatamente utilizada na aplicação da primeira dose, o que ampliaria o escopo de vacinados e reforçaria a barreira sanitária.

…sentido. O risco, nesse caso, passaria a ser o prazo recomendado pelo fabricante para a aplicação da segunda dose expirar. O Ministério da Saúde, por ora, é contra essa ampliação do escopo já na primeira dose.

Água… Apesar de a participação de Eduardo Pazuello no Senado ter reforçado a pressão por uma CPI da Covid-19, governistas acreditam que o apelo pela comissão pode perder força quando as pautas econômicas começarem a tramitar, depois do carnaval.

…no chope? A urgência em encontrar uma solução para a nova rodada do auxílio emergencial e as reformas são apontadas como as principais pautas que podem se sobrepor à CPI. 

Ação 2. O deputado federal Rui Falcão (PT-SP) acionou o STF para pedir que o material apreendido pela Operação Spoofing seja compartilhado com órgãos de fiscalização e controle.

SINAIS PARTICULARES.
Jair Bolsonaro, presidente da República

Kleber Sales

Por… Nas mensagens da Operação Spoofing conhecidas até o momento, o presidente Jair Bolsonaro é citado ao menos duas vezes. Na primeira delas, um procurador envia link de reportagem noticiando que o então deputado virou réu no STF por incitação ao estupro (contra a deputada federal Maria do Rosário).

…ora. Na segunda citação, os procuradores comentam em tom de brincadeira sobre um suposto governo de Deltan Dallagnol. Um deles ironiza sobre o ministério de Direitos Humanos: “Estava pensando em chamar o Bolsonaro…”

Pressão. O presidente disse mais uma vez que pretende ter acesso ao conteúdo das mensagens.

CLICK. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles (à esq.), recebeu o embaixador da Índia Suresh Reddy para tratar sobre clima, COP 26 e o Acordo de Paris.

Reprodução/Twitter

Passou… Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) não escapou de ser questionado sobre a mudança no Comitê de Imprensa da Câmara dos Deputados proposta por Arthur Lira: seria uma forma de ele evitar os jornalistas?

…pano. “Se ele quisesse evitar, bloquearia o acesso de vocês, tem poderes para isso. Não acredito que ele vá fazer. Mas decisão é discricionária do presidente, nem tenho posição para falar disso aí”, disse Eduardo.

PRONTO, FALEI!

Alessandro Molon. FOTO: LUIS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

Alessandro Molon, deputado federal (PSB-RJ): “É lamentável ver que o governo não tem o mesmo empenho para garantir vacina, que já está acabando no Brasil. Vamos à luta: menos armas, mais vacina!” 

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA. COLABOROU DIDA SAMPAIO.

Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.