“Deus me livre do PMDB do mal”, diz Dilma

Coluna do Estadão

29 Agosto 2016 | 21h55

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A presidente afastada Dilma Rousseff disse que, caso volte ao comando do País, não governará com o “PMDB do mal”.

“Deus me livre do PMDB do mal”, disse Dilma em resposta à pergunta do senador Telmário Mota (PDT-RR), que fez um discurso festejado pelos aliados da petista. “Jamais conviverei novamente”, afirmou Dilma.

Aliados de Dilma comemoram a manifestação de Telmário e o abraçaram no plenário. “Os golpistas não tinham anunciado que tinham levado Telmário?”, ironizou o deputado Sílvio Costa (PT do B-PE).