Deputados querem derrubar emenda-dobradinha, que permite três candidaturas ao mesmo tempo

Deputados querem derrubar emenda-dobradinha, que permite três candidaturas ao mesmo tempo

Naira Trindade

17 Agosto 2017 | 12h46

SINAIS PARTICULARES – DEPUTADO SÍLVIO COSTA (PTdoB-PE)
ILUSTRAÇÃO – KLÉBER SALES

O deputado Silvio Costa (PTdoB) decidiu apresentar uma emenda para suprimir a proposta que permite um candidato a concorrer a três vagas ao mesmo tempo nas eleições de 2018. Costa acredita que a proposta seja inconstitucional uma vez que Senado e Câmara têm representatividades diferentes (uma representa os Estados e outro o povo).

O deputado pediu que sua equipe de assessoria parlamentar averigue a possibilidade de entrar com uma emenda para proibir a simultaneidade e ainda criticou o parecer do relator Vicente Cândido, alegando que a reforma é uma “questão de psiquiatria pr ter uma série de ideias estapafúrdias”. “Na medida que você permite concorrer a senador e a deputado ao mesmo tempo você está dizendo ao povo que você é um oportunista. O relator começou a encher relatório d ideias risíveis, como essa é como o financiamento oculto”, diz Costa. Vicente Cândido é também autor da Emenda Lula, revelada pela Coluna do Estadão.

O líder do PSDB na Câmara, Ricardo Trípoli, também se manifestou contrário a proposta que ficou conhecida por emenda-dobradinha. ” Seria um erro aprovar essa mudança nas regras eleitorais. Acho que não deve ser aprovada pelo plenário”, disse. Ontem, deputados encerraram a discussão do texto, que deve ser aprovado na semana que vem.

Mais conteúdo sobre:

emenda-dobradinhaemenda Lulavicente