Deputados petistas cobram explicação de ministro da Justiça à CCJ

Deputados petistas cobram explicação de ministro da Justiça à CCJ

­

Coluna do Estadão

26 de setembro de 2016 | 14h31

 

Alexandre de Moraes. Foto: Hélvio Romero/Estadão

Alexandre de Moraes. Foto: Hélvio Romero/Estadão

Os deputados petistas Paulo Pimenta e Paulo Teixeira apresentaram nesta segunda-feira, 26, requerimento de convocação do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Os parlamentares querem explicações sobre o comentário de Alexandre sobre a Lava Jato feito na véspera da prisão do ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci.

No domingo, em um comício do PSDB em Ribeirão Preto (SP), o ministro afirmou que haveria mais uma fase da Operação Lava Jato nesta semana. “Teve a semana passada [ação da Lava Jato] e esta semana vai ter mais, podem ficar tranquilos. Quando vocês virem esta semana, vão se lembrar de mim”, adiantou Alexandre.

O deputado Pimenta classificou a declaração como “um escândalo” e afirmou que essas ações, às vésperas das eleições municipais, têm o objetivo de atingir o PT.  No requerimento, os deputados criticam o que chamam de seletividade e uso político da Lava Jato. “Antecipar informações sigilosas demonstra a interferência do Ministério da Justiça nas operações, e a seletividade comprova que a Operação Lava Jato virou instrumento de luta política contra os adversários do governo Temer”, diz o documento.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Operação Lava Jato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.