Deputados devem apresentar quatro votos em separados na CCJ

Andreza Matais e Naira Trindade

10 de julho de 2017 | 15h10

Reforma da Previdência em debate na CCJ. Foto André Dusek/Estadão

Deputados da base e da oposição se preparam para guerra de pareceres na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Ao menos quatro já disseram que estão dispostos a apresentar relatórios para se contrapor ao texto que será apresentado nesta segunda, 10, pelo relator Sérgio Zveiter (PMDB-RJ).  Os governistas só vão protocolar seus relatórios se o parecer de Zveiter for pela autorização da denúncia contra o presidente Michel Temer.

A Coluna apurou que devem apresentar voto em separado pró-Temer os deputados Carlos Marun (PMDB-MS), Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). Ele deve ser um dos poucos tucanos na CCJ a votar a favor de Temer. O governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, tenta convencer o deputado Elizeu de Anízio a votar pela rejeição da abertura de processo. Deputados da oposição ensaiam propor votos em separados caso Zveiter vote pelo arquivamento da denúncia, o que é improvável.

Tudo o que sabemos sobre:

voto separadoccj

Tendências: