DEM cogita Baleia como candidato na Câmara

DEM cogita Baleia como candidato na Câmara

Coluna do Estadão

19 de dezembro de 2020 | 05h00

Foto: Dida Sampaio/Estadão – 22/4/2020

Diante de um clima cada vez mais hostil no DEM, correligionários de Rodrigo Maia (DEM-RJ) passaram a defender a indicação de Baleia Rossi (MDB-SP) como candidato do bloco a presidente da Câmara. Segundo integrantes do DEM, lançar Baleia significa enfraquecer o MDB no Senado, rival de Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Aliados do atual presidente da Câmara tampouco morrem de amores por Baleia Rossi, mas enxergam Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) como inviável na disputa. O deputado do MDB também é palatável às esquerdas.

Mais um. Na Câmara, o primeiro passo para consertar o time em campo foi anunciar o bloco com a oposição ontem, segundo interlocutores de Maia. O PT, porém, anunciou que apresentará uma terceira opção, embora não tenha vetado Aguinaldo e Baleia.

Tour. Segundo aliados, Maia terá de aproveitar o recesso para correr os Estados com o seu candidato ao lado para pedir votos.

Vai voar como? Adversários de Maia, porém, alertam: ficarão de olho para fiscalizar o uso de aviões da FAB por ele. Alegam que, para esse tipo de agenda, as aeronaves oficiais não podem ser usadas.

Cabo eleitoral. Depois de passarem a semana em busca de votos para Aguinaldo Ribeiro, parte dos senadores do MDB mudou de tom: agora dizem ser possível repetir o feito do DEM e comandar as duas Casas ao mesmo tempo. A conferir.

Aglomeração. Hoje há quatro nomes no MDB disputando a sucessão de Davi Alcolumbre: Fernando Bezerra (PE), Eduardo Gomes (TO), Simone Tebet (MS) e Eduardo Braga (AM).

Verão… Mesmo com a escalada dos casos de covid-19 em todo o País, o presidente Jair Bolsonaro embarca hoje para São Francisco do Sul (SC), conforme mostrou o blog da Coluna. Passará a semana ao lado dos filhos e dos netos e deve voltar na véspera do Natal. A primeira-dama, Michelle, ficará em Brasília.

…pra mim. O local é propício para a pesca esportiva. O presidente terá à disposição jet ski. A folga deve durar quatro ou cinco dias, informa a Presidência.

SINAIS PARTICULARES.
Jair Bolsonaro, presidente da República

Ilustração: Kleber Sales

Com fígado. No episódio do vota-não-vota da MP que poderia criar o 13.º do Bolsa Família, Rodrigo Maia (DEM-RJ) levou advertência de aliados: acham que ele avançou o sinal na resposta a Jair Bolsonaro. No conteúdo, porém, estava certo. O presidente mentiu, mas com pauta-bomba na economia não se brinca.

Inferno astral. Neste fim de semana, ocorre o segundo turno da eleição em Macapá (AP). Pesquisa recente do Ibope mostrou uma inversão de posições: Dr. Furlan (Cidadania) com 54% dos votos, à frente de Josiel Alcolumbre (DEM), irmão de Davi.

CLICK. Ao acompanhar o desembarque de mais dois milhões de doses da vacina do Butantã em Guarulhos, o governador João Doria foi surpreendido pelo gesto de funcionários da companhia aérea Swiss Airline que entregaram a ele de presente uma miniatura do avião Airbus A340 e um mini caminhão de carga com controle remoto.

Coluna do Estadão

Xi… Só Rondônia e Acre tinham índice de isolamento social, calculado pela In loco, acima de 40%, na quinta-feira passada. Tocantins, Goiás e São Paulo eram os piores Estados do ranking: 32,5%, 33,6% e 34,66%, respectivamente.

Apelo. A Pfizer entrou na campanha para reduzir de 50 para 40 anos de idade o direito das brasileiras à mamografia no SUS. Projeto nesse sentido está parado na Câmara dos Deputados.

PRONTO, FALEI! 

Marcelo Ramos. FOTO: TV CÂMARA

Marcelo Ramos, deputado federal (PL-AM): “Estamos em meio a uma pandemia e essa briga é tudo o que o País não precisa”, sobre entrevero entre Bolsonaro e Rodrigo Maia sobre MP do 13.º do Bolsa Família.

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA. COLABOROU TÂNIA MONTEIRO.

Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.