Deltan diz que apoiaria Bolsonaro em eventual segundo turno contra Lula

Deltan diz que apoiaria Bolsonaro em eventual segundo turno contra Lula

Julia Lindner

27 de junho de 2022 | 13h53

O ex-procurador da República Deltan Dellagnol, que foi coordenador da extinta Operação Lava Jato, afirmou que votaria no presidente Jair Bolsonaro (PL) em um eventual segundo turno entre ele e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Dallagnol foi condenado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) este ano pelo PowerPoint em que acusou o petista de liderar uma organização criminosa.

Ele, que pretende disputar vaga de deputado federal pelo Podemos, também corre o risco de ficar inelegível por causa de um processo do Tribunal de Contas da União (TCU) que o investiga por diárias e viagens de R$ 2,8 milhões na Lava Jato.

Foto: Rodolfo Buhrer/Fotoarena

“Por mais que eu não goste de muitas atitudes do atual governo, simplesmente não há nada pior e mais ameaçador para o futuro do Brasil do que o PT e o ex-presidente Lula voltarem para a cena do crime”, disse Deltan, nas redes sociais, em resposta a um seguidor.

Tudo o que sabemos sobre:

Deltan; Lula; Lava Jato; Eleição

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.