Delcídio e seus advogados chamam Renan de ‘gângster’

-

Luiza Pollo

10 de maio de 2016 | 20h17

Em nota à imprensa, o ex-senador Delcídio do Amaral e seus advogados acusam o presidente do Senado Renan Calheiros de ter apressado a votação da cassação, realizada hoje à noite. Eles afirmam que Renan “ameaçou adiar a votação do impeachment da Presidente Dilma Rousseff, caso não houvesse, antes, a votação da cassação do Senador Delcídio do Amaral.”

Escreveram, ainda, que a cassação foi fruto de “manobra traiçoeira, típica do gangsterismo que intimida pessoas e ameaça instituições, com o espírito revanchista de quem se julga acima da lei e do Direito”.

A assessoria de imprensa de Renan Calheiros afirmou que não vai se manifestar sobre a nota.

Documento