‘De 1 a 10, a agonia do governo é 8’, diz João Doria

Luiza Pollo

22 de junho de 2017 | 05h30

Foto: Felipe Rau/Estadão

 

Um dos fiadores da decisão do PSDB de não desembarcar do governo de Michel Temer, o prefeito de São Paulo, João Doria, admite que a crise política piorou depois de novas acusações. Citando a máxima do “cada dia, sua agonia”, Doria reconhece que o sentimento aumentou. “Você tem o índice de agonia de 1 a 10. E o termômetro está ligado faz tempo. Hoje, seria escala 8”, diz. Mesmo defendendo serenidade e afirmando que “o PSDB deseja o melhor para o Brasil e não o pior”, o prefeito conta que o aval ao governo Temer “não é infinito”

Na avaliação do prefeito, o fato relevante é que a economia tem conseguido se manter blindada da crise política.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tendências: