Damares ganha apoio de empresárias paulistas em projeto para o Marajó

Damares ganha apoio de empresárias paulistas em projeto para o Marajó

Juliana Braga

24 de setembro de 2019 | 11h37

Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Foto: Willian Meira/MMFDH

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, conseguiu o apoio de empresárias ligadas à Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), ao projeto “Abrace o Marajó”.

O projeto começou com o enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes no arquipélago de Marajó, no Pará, e agora aposta no desenvolvimento territorial da região.

As empresárias darão apoio à criação de negócios, capacitação de jovens e ações de empreendedorismo.

Do grupo das empresárias que se comprometeram com apoio, fazem parte Ana Cláudia Cotait (Federação das Associações Comerciais de São Paulo), Dalva Cristofoletti (Associação Paulista de Municípios) e Guiomar Milan Sartori (Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Juridica e da LIBRA – Liga das Mulheres Eleitoras do Brasil

Tudo o que sabemos sobre:

Damares AlvesAbrace o Marajó

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: