Daiello avisou ao governo ter mais áudios da Carne Fraca

Luiza Pollo

20 Março 2017 | 07h00

Foto: Elza Fiuza/ABr

Foto: Elza Fiuza/ABr

A reunião reservada no Palácio do Planalto ontem para tratar da Carne Fraca começou com um bombardeio ao diretor-geral da PF, Leandro Daiello. O tom baixou depois de ele avisar que existem muitas interceptações telefônicas que ainda não vieram à tona e chance de delação.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

daiellomais áudios