Cunha deixa hotel por saída de emergência para evitar manifestantes

.

Daniel Carvalho

21 de junho de 2016 | 12h57

O presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deixou o salão onde se manifestou pela saída de emergência. Na porta principal, três manifestantes gritavam contra ele.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: