‘Cumpridor da palavra’ vai presidir Conselho de Ética do Senado

‘Cumpridor da palavra’ vai presidir Conselho de Ética do Senado

.

Luiza Pollo

06 de junho de 2017 | 05h30

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Enquanto o TSE começa a decidir hoje se cassa o presidente Michel Temer, o Senado dá o primeiro passo para definir o destino do senador Aécio Neves, também ameaçado de perder o mandato. Os dois foram atingidos pela delação de Joesley Batista. O senador João Alberto Souza (PMDB-MA) será eleito nesta terça presidente do Conselho de Ética. Aliado do ex-senador José Sarney, ele tem o apoio da maioria dos senadores porque é considerado “alguém que cumpre sua palavra”. Ou seja, seguirá à risca o script traçado pelas cúpulas partidárias.

João Alberto não esconde que tenha sido indicado para cumprir uma missão política. “Fui solicitado e assumi o desafio.” Caberá a ele pautar pedido de cassação de Aécio.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

João Alberto Souza

Tendências: