Crise no Senado põe em risco planos do governo

Crise no Senado põe em risco planos do governo

­

Coluna do Estadão

26 Outubro 2016 | 05h00

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Foto: Dida Sampaio/Estadão

O presidente Michel Temer decidiu atuar como bombeiro para esfriar a crise entre o presidente do Senado, Renan Calheiros, e representantes do Judiciário e do Ministério Público ao perceber o risco ao qual seu governo ficou exposto. Cinco minutos de conversa com Renan bastaram para perceber sua irritação com o que chama de “absurda intromissão” na autonomia do Legislativo. Temer percebeu que Renan não fala sozinho e que a insatisfação é geral no Senado com a situação. E isso pode representar falta de apoio ao governo na Casa.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

Coluna do Estadão