Crise no MEC marcará governo e gerações

Crise no MEC marcará governo e gerações

Coluna do Estadão

01 de julho de 2020 | 05h00

Fotos: Marcos Corrêa/PR

Deixará marcas indeléveis no governo Jair Bolsonaro e nas futuras gerações a comédia de erros em que se transformou a Educação. No primeiro caso, indicando ou não o novo ministro, a ala ideológica intensificará a luta interna após a demissão de Carlos Alberto Decotelli, bancado pelos militares (Braga Netto tende a ser a bola da vez dos ataques). A trapalhada, claro, será lembrada por adversários do presidente, principalmente nas eleições. O mais trágico, porém: o prejuízo para crianças e jovens que dependem do ensino público do País.

A ver. Até ontem à noite, a avaliação no Palácio do Planalto era de que, diante da polêmica demissão de Decotelli, trará ainda mais desgaste para o governo a indicação de um ministro ligado à ala ideológica.

Fato. Decotelli pode acrescentar no currículo, conforme o padrão usado até agora por ele: ministro da Educação do Brasil.

SINAIS PARTICULARES.
Carlos Alberto Decotelli, ex-ministro da Educação

Ilustração: Kleber Sales

Tic… Senadores que defendem o avanço do pedido de cassação de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no Conselho de Ética estão cada vez mais contrariados com a demora da advocacia-geral do Senado em concluir um parecer.

…tac. O parecer ainda deve demorar alguns dias porque um novo documento foi anexado e precisará ser avaliado. Segundo os parlamentares, o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), tem atuado para postergar o processo.

Oi… A Câmara está prestes a concluir as adaptações técnicas necessárias para que as comissões temáticas da Casa voltem a funcionar o mais breve possível.

…sumida. Um dos obstáculos era adaptar o sistema de votações para viabilizar o voto secreto. Isso porque, assim que elas retornarem, novos presidentes precisarão ser escolhidos e, nesse caso, o voto é sigiloso. Ainda assim, não há data para a volta dos trabalhos.

Como tá? A Câmara também está mapeando o desempenho de todas as suas áreas. A intenção é analisar a produtividade durante o período de isolamento para avaliar se eventuais problemas ainda podem ser resolvidos. Alguns setores podem ser até extintos.

CLICK. Está pronto o novo episódio da série documental “A Tirania da Minúscula Coroa: Covid-19” (YouTube). O tema aborda o jornalismo e o risco das fake news.

Divulgação

Não é hora. Do deputado federal Vinicius Poit (Novo-SP): “Enfrentamos uma das maiores recessões dos últimos anos, mas políticos se aproveitam para articular a propaganda partidária obrigatória. Quem paga a conta disso é o cidadão”.

Acelerador. Jaques Wagner apresentou projeto de proteção aos trabalhadores de aplicativos de transporte. “Precisamos estar atentos a esses fenômenos de vazio legal e, mediante intensas negociações, evitar que esses trabalhadores continuem fragilizados durante a pandemia”, justifica o senador do PT-BA.

Dados e… Uma em cada três grandes ou médias empresas brasileiras teve a produção totalmente paralisada ou com redução muito acentuada na pandemia, segundo sondagem encomendada pela Confederação Nacional da Indústria ao Instituto FSB Pesquisa.

…parceria. Foram entrevistados executivos de 402 empresas industriais. Os dados completos da pesquisa serão apresentados hoje no lançamento da parceria entre a CNI e o Sosa, plataforma internacional de conexão entre startups, empresas e governos.

Prepara… A Organização dos Estados Ibero-americanos publica hoje edital para promover um concurso de roteiristas estreantes. Serão escolhidos 45 roteiros que participarão de capacitações e rodadas de investimentos com produtoras brasileiras. Os selecionados contarão com uma ajuda financeira da OEI de até R$ 15 mil.

…ação! A iniciativa tem o apoio da Secretaria do Audiovisual vinculada à Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo e do Instituto de Conteúdos Audiovisuais Brasileiros.

PRONTO, FALEI! 

Divulgação

Fábio Lepique, secretário executivo da Prefeitura de São Paulo: “Uma coisa é certa: a gestão de Carlos Alberto Decotelli no Ministério da Educação de Bolsonaro foi muito melhor que a de Abraham Weintraub.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG E  MARIANA HAUBERT. 

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.