Crise com Renan coloca o Planalto em alerta

Crise com Renan coloca o Planalto em alerta

­

Coluna do Estadão

25 de outubro de 2016 | 05h00

Ilustração: Kleber Sales

Ilustração: Kleber Sales

O tom pesado usado pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, contra o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, mostrou ao Planalto que a crise tinha fugido ao controle. Alertado que o problema criado pela prisão de integrantes da Polícia Legislativa pela PF poderia contaminar votações no Congresso, o presidente Michel Temer chamou Renan para conversar, à noite, no Palácio. Como presidente do Senado, Renan dará o tom e a velocidade que quiser para a PEC do Teto. E o governo sabe que precisa muito dessa votação para se fortalecer.