CPI e Fundo Eleitoral na pressão sobre Maia

CPI e Fundo Eleitoral na pressão sobre Maia

Coluna do Estadão

18 de setembro de 2019 | 05h00

Rodrigo Maia. FOTO: FELIPE RAU/ESTADÃO

Líderes da oposição estiveram na casa de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para pedir a instalação da CPI da Lava Jato, que tem como um dos possíveis alvos Sérgio Moro. O presidente da Câmara foi cauteloso, disseram os deputados. O grupo deixou o encontro com a sensação de que uma decisão sairá entre 10 e 15 dias. Segundo apurou a Coluna, porém, não há prazo nem prioridade. Sob pressão também por causa do Fundo Eleitoral, Maia pretende evitar entrar em mais bolas divididas com o ministro da Justiça e com a expressiva torcida “lavajatista”.

Timing. Vinícius Poit (SP), do Novo, partido que fez do combate ao aumento das verbas para as campanhas uma bandeira, disse confiar em Maia: “Ele está muito alinhado com os valores liberais. Com essa crise no País, não é momento de ampliar o Fundo Eleitoral”.

Deu… O uso da palavra “golpe” pelo ex-presidente Michel Temer no programa Roda Viva (TV Cultura) provocou reações entre políticos e juristas que atuaram pelo impeachment de Dilma Rousseff (PT).

…ruído. A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL) disse que Temer trabalhou ao lado do ex-presidente Lula para salvar Dilma e combater a Lava Jato: “Ele (Temer) sempre foi aliado do PT”. Procurado, o ex-presidente não quis comentar a declaração.

Freio. Após a repercussão, Temer disse à Rádio Gaúcha que o impedimento foi legal e percorreu o caminho natural. “Jamais houve isso (golpe). Estão usando indevidamente.”

CLICK. A Procuradoria-Geral do RJ conserva o original do projeto da Constituição de 1946, com anotações do autor, ninguém menos do que Francisco Campos.

FOTO: COLUNA DO ESTADÃO

Cada um… Aconselhado por petistas a estudar o filósofo socialista Karl Marx, Tiago Mitraud (Novo-MG) distribuiu exemplares de A Lei, de Frédéric Bastiat, pensador liberal francês da Escola Austríaca, a colegas de esquerda na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados.

…na sua. “O livro fala que a lei deve ser feita para proteger a liberdade, a vida e a propriedade”, disse Mitraud. Os exemplares foram fornecidos pelo instituto Mises Brasil, de estudos que promovem os princípios de livre mercado. “A gente estudou em livros diferentes”, conclui ele.

SINAIS PARTICULARES
Tiago Mitraud, deputado federal do Novo-MG

ILUSTRAÇÃO: KLEBER SALES/ESTADÃO

Tô… Em sua visita à China, o senador Flávio Bolsonaro (PSL) deu um jeito de escapar da visita da missão brasileira à sede da empresa de telefonia Huawei, considerada uma “ameaça” aos EUA por Donald Trump.

…fora. O senador brasileiro, admirador do presidente norte-americano, encaixou um outro compromisso no mesmo horário.

Xi. Em guerra com a bancada do PSL e com o comando do Senado, Major Olimpio conseguiu atrasar a análise das seis indicações para o Cade.

Disputa… Aos mais próximos, o governador em exercício de SP, Cauê Macris, repete que trabalhará para, em 2022, seu PSDB abrir mão da disputa pelo Bandeirantes em apoio ao atual vice, Rodrigo Garcia (DEM), caso João Doria dispute o Palácio do Planalto.

…aberta. Justificativa de Macris: “A lealdade de Garcia” ao PSDB. Falta combinar com Geraldo Alckmin. Segundo aliados do ex-governador tucano, ele deverá concorrer em 2022 e não descarta disputar o Palácio dos Bandeirantes.

BOMBOU NAS REDES

Olavo de Carvalho. FOTO: REPRODUÇÃO

Olavo de Carvalho, escritor e filósofo: “Nunca precisei nem quis dinheiro de governo. Ganho a vida com meu trabalho: meus livros e minhas aulas. Nada mais, absolutamente nada mais.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA. COLABOROU GUILHERME BIANCHINI

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Tendências: