CPI deixa Bolsonaro em dificuldade no jogo das redes sociais

CPI deixa Bolsonaro em dificuldade no jogo das redes sociais

Coluna do Estadão

12 de julho de 2021 | 02h00

O interesse pela CPI da Covid ganhou novo fôlego nas redes sociais com as suspeitas de corrupção na compra de vacinas pelo governo Jair Bolsonaro. Levantamento feito pela consultoria Bites a pedido da Coluna aponta que, desde o depoimento dos irmãos Miranda, em 25 de junho, foram 7,88 milhões de menções à comissão em postagens no Twitter, publicadas por 795 mil usuários. Há grande recorrência de expressões negativas para o governo e servidores da Saúde, como lavagem de dinheiro, pedido de propina e também corrupção passiva.

Bola… O levantamento mostra que, antes mesmo de concluídas as apurações da CPI e de eventuais investigações do Ministério Público, Bolsonaro, ao menos no importante jogo da opinião pública, já está sendo associado a malfeitos.

…nas costas. Mais recentemente, a prisão de Roberto Dias registrou outro pico de engajamento: 771 mil menções na última quarta-feira e 731 mil na quinta-feira, respectivamente.

Fogo… Houve contra ataque dos bolsonaristas, claro, que centraram fogo nos senadores mais críticos a Jair Bolsonaro, como Renan Calheiros e Omar Aziz.

…cruzado. Tweets de governistas tentando detratar os oposicionistas e acusadores foram os que mais receberam engajamento de apoiadores do presidente.

Diz aí. O dia seguinte ao depoimento dos irmãos Miranda também representou pico no número de buscas sobre Jair Bolsonaro no Google nos últimos 30 dias.

Capoeira. Deputado da base governista costuma dizer que Jair Bolsonaro é o único político capaz de dar “rabo de arraia” com a maior naturalidade em qualquer lugar e dentro de qualquer circunstância.


SINAIS PARTICULARES
Jair Bolsonaro, presidente da República

Capoeira 2. Prossegue esse deputado: é impossível imaginar a reação do atual presidente diante de um impeachment com base na régua estabelecida pelos antecessores dele que já foram alvos da medida.

Fifa. Gianni Infantino, em passagem pelo Rio para a final da Copa América, relatou que tem acompanhado com preocupação a crise envolvendo a CBF.

Fifa 2. Segundo interlocutores do presidente da Fifa, ele vê com apreensão o afastamento de Rogério Caboclo pela diretoria. Não estaria descartada uma atitude firme da entidade mundial para resolver o imbróglio.


Click. Em campanha nas prévias presidenciais do PSDB, João Doria foi recebido por filiados ao partido no Mato Grosso Sul com cartazes de “pai da vacina”.

A ver. Relatórios em poder de Infantino condenam o afastamento e apontam o risco de um “efeito cascata” em outras entidades.

Ponto… Levantamento da ONG Aliança Nacional LGBTI+ mostra que há 28 projetos favoráveis ao respeito à diversidade na Câmara dos Deputados. A maioria, 16, está parada.

…de… “Enquanto projetos em favor da população LGBT andam a passos de tartaruga, a violência e os crimes de ódio caminham a passos de leão”, diz o presidente da ONG, Toni Reis.

…atenção. O preocupante para a comunidade LGBTI+ é o avanço de textos que trazem riscos ao combate à homofobia. Segundo a Defensoria Pública, esses tramitam com rapidez.

 

BOMBOU NAS REDES

“Lira deve dar seguimento a 1 dos 123 pedidos de impeachment contra Bolsonaro que pairam sobre sua mesa. Tibieza não assegura lugar de honra na História.”
Opinião Estadão
Notas & Informações

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG E MARIANNA HOLANDA.
COLABORARAM LEON FERRARI E BRUNO LUIZ.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair BolsonaroJoão DoriaRoberto Dias

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.