Cotada para a Saúde, Ludhmilla Hajjar é médica de Caiado

Cotada para a Saúde, Ludhmilla Hajjar é médica de Caiado

Marianna Holanda

15 de abril de 2020 | 13h53

Reprodução/Facebook

Cotada nos bastidores para substituir Luiz Henrique Mandetta na Saúde, a cardiologista goiana Ludhmilla Hajjar é médica do governador de Goiás, Ronaldo Caiado, há mais de dez anos.

Inclusive, foi ela quem cuidou dele quando teve um infarto no ano passado. Apoiador de primeira hora, Caiado rompeu recentemente com o governo federal, após desentendimento sobre uso do isolamento no combate ao coronavírus.

À Coluna, a cardiologista nega qualquer articulação para suceder Mandetta no Ministério da Saúde e conta que ninguém entrou em contato para fazer convite de qualquer tipo.”Eu sou médica, não sou política. Passei minha vida inteira dentro de UTI”, disse. Ludhmilla é médica intensivista na UTI do InCor, em São Paulo.

Integrante de um grupo de pesquisa da cloroquina, Ludhmilla esteve com um grupo de médicos no Palácio do Planalto com Jair Bolsonaro, no início do mês.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.