Correios anunciam resultado positivo em agosto de R$ 163 milhões

Correios anunciam resultado positivo em agosto de R$ 163 milhões

Coluna do Estadão

24 de setembro de 2018 | 12h25

Carlos Fortner, presidente interino dos Correios

Os Correios informam resultado positivo em agosto de R$ 163 milhões, fechando o acumulado do ano com R$ 1 milhão de prejuízo, contra R$ 1.7 bilhão no mesmo período do ano anterior.

Houve melhora da receita apurada até agosto deste ano que totaliza R$ 12.9 bilhões, contra R$ 12.1 bilhões em 2017, diferença de quase R$ 800 milhões no período.

Em comunicado interno, a empresa atribui os resultados aos “recentes ajustes promovidos”. “Ao contrário do que previa o mercado, não houve queda no volume trafegado, tampouco na receita operacional”, afirma. Desde maio deste ano, a estatal é comandada por Carlos Fortner.

Os Correios também informam que, pela primeira vez nos últimos anos, o Índice de Entrega no Prazo de Encomendas (IEPe), subiu dos 88,27% de agosto de 2017, para 96,83% referente ao mesmo período deste ano.

No controle das despesas, a empresa informa ter registrado economia de quase R$1 bilhão. Em 2017, realizou despesas na ordem de R$ 13,8 bilhões até agosto, enquanto em 2018 as despesas ficaram em R$ 12,9bi, no mesmo período. Justifica que essa reversão foi favorecida pelo acerto dos Programas de Demissões Incentivadas (PDIs) e pela redução das despesas com as provisões pós-emprego e saúde, derivadas da decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que equacionou suas despesas com Plano de Saúde.

Tudo o que sabemos sobre:

CorreiosCarlos Fortnerprejuízolucro

Tendências: