Conversas da 3ª via sobre candidato único avançam sem Moro e sem Podemos

Conversas da 3ª via sobre candidato único avançam sem Moro e sem Podemos

Camila Turtelli e Matheus Lara

17 de março de 2022 | 05h00

O presidenciável do Podemos, Sérgio Moro. Foto: Adriano Machado/Reuters.

Conselheiros de Sérgio Moro (Podemos) recomendaram que ele participe das conversas que estão sendo realizadas entre MDB, PSDB e União Brasil sobre a definição de um candidato único da chamada terceira via. As siglas trabalham com a perspectiva de apoiar um nome só para a disputa do Planalto até o início de junho. A avaliação é que Moro, atualmente estagnado nas pesquisas de intenção de voto, pode ficar alijado da decisão, caso não se aproxime desde já do grupo que trabalha ainda com os nomes de Simone Tebet (MDB) e João Doria (PSDB) para o posto. O coordenador da campanha do ex-juiz, Luiz Felipe Cunha, foi o indicado para ser o interlocutor com o grupo de partidos.

PODEMOS, QUEM? O Podemos, partido de Sérgio Moro, não tem participado dessas conversas. Justamente por isso, seus aliados defendem que ele marque posição. Quem não é visto não é lembrado.

INDEFINIÇÃO. O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), não é considerado nos cálculos do grupo por não ter até este momento definido se vai disputar as eleições ou não e também por ter ganhado a pecha de “mau perdedor”.

NOSSA VEZ. A ala do antigo PSL venceu uma queda de braço com o grupo do finado DEM e conquistou o comando do União Brasil no Estado de São Paulo. O deputado federal Júnior Bozzella e o advogado Antonio Rueda ficaram com o comando estadual do partido. O desenho criou uma celeuma com o grupo político do presidente da Câmara Municipal paulistana, Milton Leite.

CONVERSA… Sergio Gusmão Suchodolski, presidente da Desenvolve SP, órgão do governo estadual, vai receber nesta quinta o vice-presidente do Banco Europeu de Investimento (BEI), Ricardo Mourinho Félix. A instituição é o maior banco multilateral do mundo.

…SOBRE FUTURO. O objetivo do encontro é dar início às negociações sobre captação de recursos para financiamentos climáticos e projetos de infraestrutura sustentável em áreas como energia renovável, saneamento e mobilidade urbana.

ONÇA. Presidenciável do MDB, Simone Tebet foi comparada a uma célebre personagem de novela. “É nossa Juma Marruá. Uma mulher brava e firme”, disse Rafael Greca, prefeito de Curitiba.

SINAIS PARTICULARES (por Kleber Sales). Simone Tebet, presidenciável do MDB

COM QUEM ANDAS. Bolsonaro recebeu, fora da agenda, na terça, 15, o pré-candidato a senador Bruno Roberto (PL-PB). O político foi preso em 2014 suspeito de comprar votos para seu pai, o deputado Wellington Roberto (PL-PB). Ele nega.

CLICK. Bruno Roberto (PL-PB), pré-candidato ao Senado

Preso em 2014 suspeito de comprar votos para campanha de seu pai na Paraíba, político (à esq.) registrou nas redes encontro com Jair Bolsonaro.

BANDEIRA. Movimentos sociais da campanha Despejo Zero estarão nas ruas hoje em pelo menos 13 Estados para pressionar o STF a prorrogar a liminar do ministro Luís Roberto Barroso que proíbe despejos de famílias em vulnerabilidade na pandemia. Eles defendem que a liminar dure enquanto continuar a pandemia.

PRONTO, FALEI! Ivan Valente, deputado federal (PSOL-SP)

“Gasolina aumentou 157% desde 2019. Bolsonaro agora se revolta contra o presidente da Petrobras que ele indicou. Não adianta querer ser oposição. Não cola.”

COLABOROU ANDRÉ SHALDERS

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.