Conselho contraria Bolsonaro em nota

Conselho contraria Bolsonaro em nota

Coluna do Estadão

18 de fevereiro de 2020 | 05h00

Foto: Kevin Lamarque/ Reuters

O Conselho Nacional de Direitos Humanos elaborou nota contrária à posição do governo Jair Bolsonaro de apoiar as ideias do presidente norte-americano, Donald Trump, para Israel e Palestina. Na primeira reunião do ano, na semana passada, o colegiado aprovou texto que expressa “preocupação” com o conflito e a proposta. “O plano de paz (dos EUA), ao contrário do afirmado na nota do Itamaraty, não contempla igualmente aspirações de palestinos e israelenses, solucionando em favor de Israel os principais pontos do conflito”, diz a nota.

O que. O conselho (CNDH) é composto por membros dos três Poderes e da sociedade civil, independente e vinculado ao ministério de Damares Alves (Mulher e Família). Os únicos votos contrários à nota foram dos representantes ligados ao governo.

Tente outra… Com o PGR, Augusto Aras, Damares havia tentado emplacar o procurador direitista Ailton Benedito na presidência do conselho, depois de destituir a procuradora “progressista” Deborah Duprat, eleita no ano passado.

…vez. No mesmo encontro do colegiado, pouco depois de ter sido aprovada a nota, foi eleito para a presidência do conselho o defensor público da União Renan Vinicius Sotto Mayor.

A ver. Sotto Mayor é ligado a movimentos da sociedade civil. Mas conselheiros mais pragmáticos lembram da proximidade dele com o defensor-geral da União, Gabriel Faria Oliveira, alinhado a Bolsonaro. Ele votou a favor da nota contra o acordo de Trump.

CLICK. Secretário executivo do Bruno Covas, Fábio Lepique almoçou com Geraldo Alckmin. Conversaram sobre a ajuda do ex-governador na reeleição do prefeito de SP.

Coluna do Estadão

Tenso 1. Antes de soltarem carta de tom visivelmente duro, governadores tiveram tensos embates do grupo de WhatsApp durante o fim de semana.

Tenso 2. Circulou entre eles, inclusive, uma foto de um carro de som que provocava os governadores a zerar o ICMS em frente ao estádio Mané Garrincha, onde estavam Bolsonaro e alguns de seus ministros.

BFFs. Os mentores da carta, João Doria (SP) e Wilson Witzel (RJ), estarão juntos em um evento do BTG com investidores em SP hoje. Eduardo Leite (RS) também está confirmado.

Cinco estrelas. Rosângela Moro, advogada e mulher de Sérgio Moro, disse ao Estado que aprovou o Oscar de melhor filme ao coreano Parasita. “Excelente, fala sobre desigualdade social. Foram merecidas todas as estatuetas”, disse.

SINAIS PARTICULARES.
Rosângela Moro, esposa de Sérgio Moro, ministro da Justiça

Um jeito… Deputados estaduais do Novo na Assembleia Legislativa de São Paulo destinaram R$ 10,3 milhões de suas emendas para projetos da área de saúde selecionados a partir de consulta pública e por critérios estritamente técnicos.

…diferente. Entre julho e setembro de 2019, foram recebidos 313 projetos de centenas de instituições de mais de 250 municípios. Os recursos terminaram o processo destinados a trinta instituições espalhadas pelo Estado, todas com projetos de impacto direto no atendimento à população.

Lista. O presidente do STF, Dias Toffoli, entregará amanhã ao Congresso as contribuições da Corte para a reforma do novo Código de Processo Penal. Ele deverá ir até a Câmara. Um dos pontos deverá ser a proposição de mudanças no procedimento do júri: precisa ser simplificado.

BOMBOU NAS REDES!

Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. FOTO: GABRIELA BILO/ESTADAO

Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República: “Basta de polarizações. Novamente se impõe união a favor da democracia. Calar é concordar. Falar com firmeza serena se impõe. Já.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA. 

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao