Comissão do Senado manda abrir sigilo de cartão corporativo da Presidência

-

Luiza Pollo

08 de junho de 2016 | 06h30

A Comissão de Transparência e Gestão do Senado aprovou ontem proposta do senador Ronaldo Caiado abrindo o sigilo do cartão corporativo da Presidência da República. Hoje, nenhum desses gastos é publico e o cartão paga despesas pessoais dos presidentes, seja lá quais forem.

O projeto só vale para presidentes que estiverem no poder ou entrarem depois da aprovação da proposta. Ou seja, nada de Lula ou Dilma Rousseff. A menos que ela reassuma o mandato.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: