Comando da PEC de prisão após 2ª instância procura Muda Senado

Comando da PEC de prisão após 2ª instância procura Muda Senado

Marianna Holanda

04 de março de 2020 | 05h00

Deputado Marcelo Ramos. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

O comando da comissão da PEC da prisão após segunda instância na Câmara procura  um consenso com o Muda Senado.  Marcelo Ramos (PL-AM) esteve com senadores do grupo e pediu um encontro com todos para  apelar pelo consenso. O presidente do colegiado promete manter em dia  o calendário na Câmara: a proposta deve ser votada em abril. Enquanto isso, os senadores  colhem assinaturas para pedir urgência  e atropelar os deputados. No Senado, o tema está formatado em um projeto de lei bem  menos abrangente, porém, mais palatável.

Menos. A proposta do Senado propõe mudança apenas na esfera criminal, enquanto a da Câmara a estende para para a cível e a tributária.

Todo mundo. Ramos e Fábio Trad (PSD-MS) estiveram ontem com o presidente do STF, Dias Toffoli. Ficou combinado que haverá um seminário na Corte com a presença dos parlamentares e de todos os ministros.

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.