Com sabatina de Kassio, está dada a largada pelo TRF-1

Com sabatina de Kassio, está dada a largada pelo TRF-1

Marianna Holanda

21 de outubro de 2020 | 07h00

O desembargador Kássio Marques, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar vaga no Supremo. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Com a provável aprovação de Kassio Marques para o STF, começa hoje a disputa pela vaga deixada em aberto no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Alguns já despontam na corrida: Flávio Jardim, Maurício Neves, William Guimarães e Ana Carolina de Oliveira.

Jardim conta com a simpatia de grande parte do mundo jurídico. Guimarães, do Piauí, é próximo ao governador Ibaneis Rocha. Já Ana Carolina é a candidata de Bia Kicis, deputada bolsonarista do DF. O presidente teria prometido não fazer a nomeação sem antes ouvi-la.

Um ponto que pode beneficiar Carolina: as conselheiras da OAB fazem questão de ao menos uma advogada na lista. A ordem encaminha seis nomes para o TRF-1 e, de lá, seguem três para Bolsonaro.

Apesar das movimentações, a expectativa de quem acompanha o processo é que a indicação talvez não saia neste ano, devido aos prazos e ritos. O tribunal é sempre um dos mais disputados, abrange 14 Estados.

LEIA A ÍNTEGRA DA COLUNA.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: