Com prazo mais curto, TSE pode cassar muitos candidatos após serem eleitos

Com prazo mais curto, TSE pode cassar muitos candidatos após serem eleitos

­­­

Coluna do Estadão

16 de agosto de 2016 | 05h50

Sinais Particulares: Gilmar Mendes. Ilustração: Kleber Sales

Sinais Particulares: Gilmar Mendes. Ilustração: Kleber Sales

Começa hoje a análise do registro das candidaturas às eleições municipais. O ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, admite que muitos postulantes podem ter o registro cassado já depois de eleitos. Neste ano, como a campanha será mais curta, a Justiça Eleitoral terá apenas 45 dias para analisar os registros antes do término da disputa. O que não der tempo ficará para depois do prazo.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Promessas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.