Ciro chama Moro de fascista por não mandar prender Cunha

Ciro chama Moro de fascista por não mandar prender Cunha

­­­

Coluna do Estadão

16 de outubro de 2016 | 06h00

Ilustração: Kleber Sales

Ilustração: Kleber Sales

Com seu estilo sem papas na língua, o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) criticou as sapatadas dadas no ex-deputado Eduardo Cunha. “Bater ou agredir fisicamente seja quem for… fascismo descabido”.

Apesar disso, criticou o juiz Sérgio Moro por deixar Eduardo Cunha solto: “omissão fascista do Moro”.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

Morde mas não assopra