Centrais vão usar Dia do Trabalho para protestar contra prisão de Lula

Centrais vão usar Dia do Trabalho para protestar contra prisão de Lula

Coluna do Estadão

18 de abril de 2018 | 12h42

 

A prisão do ex-presidente Lula unificou os atos da CSB, CTB, CUT, Força Sindical, Intersindical, NCST e UGT em comemoração ao 1.º de Maio. As centrais programam manifestação conjunta em Curitiba. O petista está preso na sede da superintendência da PF na cidade. Um dos temas do ato será “Justiça, sim. Perseguição, não. Liberdade para Lula!”

As centrais também vão defender o fim da Lei do teto do gasto público. Encaminhada pelo governo ao Congresso, a lei determina que, a partir de 2018, as despesas federais só poderão aumentar de acordo com a inflação acumulada conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

LulacentraisprisãoDia do Trabalho

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.