Casa Civil orienta ministérios a reunir documentos sobre o orçamento secreto

Casa Civil orienta ministérios a reunir documentos sobre o orçamento secreto

Coluna do Estadão

13 de novembro de 2021 | 05h00

A Casa Civil da Presidência da República orientou os ministérios a reunirem os documentos até agora ocultos do orçamento secreto. A instrução ocorreu logo após a liminar da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, no dia 5 deste mês, uma sexta-feira, e desencadeou intensa agitação nos órgãos da administração pública federal já na segunda-feira, 8.

Segundo apurou o Estadão, ofícios que não estavam registrados nos sistemas começaram a ser incluídos. A orientação da Casa Civil, porém, não foi para que os ministérios dessem transparência à execução imediatamente. A liminar da ministra foi referendada pelo plenário da Corte na quarta-feira, 10, por oito votos a dois.

Casa Civil é comandada por Ciro Nogueira. Na foto, em evento do Marco Regulatório Trabalhista Infralegal, no Palácio do Planalto, esta semana. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Vai juntando. “Requeremos que sejam tomadas as providências para a reunião dos documentos citados, a ser orientado posteriormente por esta Casa Civil dos procedimentos necessários à sua disponibilização”, diz circular assinada pelo secretário executivo Jônathas Assunção de Castro.

Vai juntando 2. Entre os documentos que começaram a circular, o Estadão teve acesso a ofícios do relator-geral do orçamento, Márcio Bittar, enviados ao Incra no mês passado, que direcionaram a aplicação de R$ 11 milhões nos Estados de Mato Grosso, Pará, Paraíba, Bahia e Roraima.

CLICK. Cientista política (ao centro) compartilhou encontro com a cantora e ativista pela Amazônia Maria Gadú (esq.) e a namorada dela, Ana Paula Popi, na COP-26

Sommelier… O deputado estadual Heni Ozi Cukier (Novo-SP) está perdendo a paciência com os “sommeliers de candidatos da terceira via”. “Ah, mas desse eu não gosto, deste outro eu só concordo com 80% do que ele fala.”

… de 3ª via. “Amigo, do outro lado estarão Lula e Bolsonaro. Se a gente ficar esperando o príncipe encantado, aquele candidato dos sonhos que concordamos com tudo, acordaremos de novo num segundo turno de pesadelo”, diz Cukier.

SINAIS PARTICULARES. Heni Ozi Cukier, deputado estadual (Novo-SP). Ilustração: Kleber Sales/Estadão.

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG E MATHEUS LARA. COLABOROU BRENO PIRES.

PRONTO, FALEI!

Renato Battista, coordenador do MBL

“Bolsonarismo acusa Moro de traidor, como fez com Bebbiano, Paulo Marinho, Santos Cruz… Veja bem, se todos os seus amigos estão se afastando de você, talvez o problema esteja com você e não com eles.”

Renato Battista é coordenador do MBL e liderança do RenovaBR. Foto: Reprodução/Instagram Renato Battista

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.