Cartaxo, ex-secretário da Receita, também é alvo da Zelotes

-

Andreza Matais e Fábio Fabrini

09 de maio de 2016 | 10h08

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal pediram à Justiça Federal mandado de condução coercitiva contra o ex-secretário da Receita Federal Otacílio Cartaxo na nova etapa da Operação Zelotes deflagrada nesta segunda-feira, além de busca e apreensão em endereços dele. O então conselheiro do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) Valmar Fonseca de Menezes, suspeito de receber propina em troca de atuar para anular débito da empresa Cimento Penha, era ligado a Cartaxo e conhecido entre os auditores como o “carregador de pasta” do ex-secretário que já presidiu o Carf. O ex-conselheiro também foi alvo de mandado de condução coercitiva. Além da PF e do MPF, a Receita também participa das investigações.