Cardozo reclama que governistas não cumprem acordo de procedimentos

Cardozo reclama que governistas não cumprem acordo de procedimentos

Ccordo era Senado ouvir Luiz Gonzaga Belluzzo apenas como informante. Em troca, não haveria pedido de impugnação de testemunhas

Coluna do Estadão

26 de agosto de 2016 | 15h14

aux-cardozo

O ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, advogado da presidente afastada Dilma Rousseff no processo de impeachment, reclamou que os senadores governistas (pró-impeachment) não cumpriram com “acordo de procedimentos” feito entre ele e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) na manhã desta sexta-feira, 26.

De acordo com Cardozo, o acordo era que a Casa não ouvisse o economista Luiz Gonzaga Belluzzo como testemunha de defesa, mas apenas como informante. Em troca, os governistas não pediriam a impugnação de nenhuma das testemunhas.

Cardozo solicitou ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, responsável pela condução do julgamento, que Belluzzo não prestasse depoimento como testemunha, no que foi atendido.

No entanto, os governistas dizem que a jurista Janaina Paschoal, uma das autoras do pedido de impeachment, não abre mão de pedir a impugnação das testemunhas.

“Depois que abri mão (de ter Belluzzo como testemunha), eles dizem que a Janaina faz questão da impugnação”, reclamou Cardozo.

Cássio disse que pode ter sido “mal entendido” por Cardozo e que não podia ter oferecido a não-impugnação em nome de Janaina. (Daniel Carvalho e Isabela Bonfim)

Tudo o que sabemos sobre:

impeachment

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.