Câmara gastou R$ 8 mi com saúde de deputados

Câmara gastou R$ 8 mi com saúde de deputados

Coluna do Estadão

30 de dezembro de 2018 | 05h00

A Câmara dos Deputados gastou R$ 7,9 milhões para ressarcir despesas médicas de 203 deputados com hospitais e clínicas particulares em 2018. Por meio da Lei de Acesso à Informação, a Coluna obteve a planilha dos reembolsos. A direção da Casa Legislativa autorizou, por exemplo, pagamento de despesas médicas do deputado federal Sabino Castelo Branco (PTB-AM) no valor de R$ 3,2 milhões. É praticamente o mesmo que o município de Candeias (MG), com 15 mil habitantes, recebeu da União em 2018 do Fundo Nacional de Saúde para custeio.

Fatura. Quatro deputados foram ressarcidos por despesas médicas no total de R$ 5,3 milhões. O maior valor foi pago a Castelo Branco (R$ 3,2 milhões), seguido de Caio Nárcio (R$ 1,5 milhão), Nelson Meurer (R$ 322,2 mil) e Bonifácio Andrada (226, 5 mil).

Livre escolha. A Câmara oferece aos deputados um departamento com 70 médicos de 17 especialidades diferentes. O que não impede de utilizarem clínicas particulares. Não há limite para o valor do reembolso, mas é preciso de autorização da Mesa Diretora.

Com a palavra 1. Os deputados Sabino Castelo Branco, Caio Nárcio e Bonifácio Andrada não se manifestaram. Nelson Meurer diz que ficou internado no Hospital Beneficência Portuguesa em São Paulo para colocação de um marca-passo.

Com a palavra 2. A Câmara afirma que não divulga as informações sobre a especialidade médica ou o tipo de tratamento porque são pessoais e resguardadas por sigilo médico.

O trâmite. Em 2013, a Casa facilitou o reembolso ao decidir que despesas médicas até R$ 50 mil só precisariam ser autorizadas pelo seu vice-presidente. Acima disso, pela Mesa Diretora, que tem sete deputados.

SINAIS PARTICULARES — A SÉRIE

OS NOVOS MINISTROS

Damares Alves, Mulheres, Família e Direitos Humanos; por Kleber Sales.

Cargo relâmpago. O governador de São Paulo, Márcio França, acaba de nomear Marco Antônio da Silva como secretário de Habitação. Ele ocupará o cargo por quatro dias: 29, 30, 31 de dezembro e 1º de janeiro. Por isso irá receber R$ 2,2 mil. Silva é amigo de Caio França, filho do governador.

Antes tarde… O governo publicou no Diário Oficial da União de sexta-feira a conclusão de um processo aberto ainda na gestão Dilma Rousseff contra o atual desembargador Rogério Favreto, o mesmo que tentou soltar o ex-presidente Lula.

…do que nunca. Ele foi investigado quando era secretário de Reforma do Judiciário, no Ministério da Justiça, por deixar de exercer com zelo e dedicação as atribuições do cargo e inobservar as normas legais e regulamentares. Como punição, foi destituído do cargo, que já não ocupa mais.

CLICK. Um posto de combustíveis em Brasília decidiu fazer promoção de ‘boas-vindas’ ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, e deu desconto no preço da gasolina.

Reprodução/Redes sociais

Trailer. O deputado eleito Heitor Freire (PSL-CE), que levou livro do coronel Brilhante Ustra para a diplomação, já avisa que, se for provocado na Câmara na próxima legislatura, vai devolver na mesma moeda.

Encara? “Se cuspirem em mim, se tocarem em mim, leva um nocaute de direita de volta”, diz. “Não estamos indo com essa atitude. Agora, se a esquerda vier com provocações, vão ter de aguentar.”

A SEMANA

Terça-feira, 1º

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, toma posse em Brasília

A cerimônia de posse começa às 14h45 com um desfile do presidente eleito da Catedral até o Congresso Nacional.

Quarta-feira, 2

Ministros dão início às cerimônias de transmissão de cargos

Os 22 novos ministros recebem oficialmente os cargos dos antecessores. É grande a expectativa em torno dos discursos.

COM REPORTAGEM DE NAIRA TRINDADE E JULIANA BRAGA. COLABOROU RAFAEL MORAES MOURA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao